Banner:

sábado, 10 de junho de 2017

► Decisão do TSE parece uma confissão da 'SUJEIRA': agora são 'TRÊS PODERES CONTAMINADOS'!

Michel Temer e Dilma Rousseff
O sorriso irônico de que 'VALE TUDO', porque o 
TSE 'fecha os olhos' para os CRIMES ELEITORAIS,
de acordo com a CONVENIÊNCIA
A histórica e o negativo resultado prolatado pelo TSE - Tribunal Superior Eleitoral, que julgava a cassação da chapa Michel Temer e Dilma Rousseff por abuso do poder econômico nas eleições de 2014 pôs fim à esperança de que o Poder Judiciário era o único que restava para livrar os brasileiros dos "sanguessugas" torpes e "políticos medíocres" de um País chamado BRASIL. E a Corte Máxima da Justiça Eleitoral comprovou isso: AQUI É BRASIL MESMO! Apesar das provas robustas em uma Ação Judicial que perdurou por 02 anos e meio e ainda, com um voto de desempate do ministro Gilmar Mendes, atual presidente do TSE, este Poder Judiciário resolveu por arquivar o processo, inocentando a dupla que cometeu IRREGULARIDADES ESCANDALOSAS que contribuíram para a respetiva eleição em 2014. Precisa dizer mais alguma coisa que AQUI É BRASIL?!


Aqui Jaz o Direito Eleitoral

Quem pretende ingressar em um Curso de Direito, quem está frequentando, quem já tem a graduação e se prepara para a prova da OAB ou que já está atuando na área, por tudo que já viu em sala de aula, em audiências, sentenças diversas, jamais... repito, jamais entenderá, juridicamente falando, o resultado que foi decretado pelo TSE neste episódio. Exceto se, colocar no "entendimento" que o resultado seja simplesmente POLÍTICO para atender a interesse das pessoas envolvidas. Simples assim. Dois dos ministros que votaram contra a cassação de Michel Temer foram INDICADOS por este para o TSE. Que Lindo, né! Não quero aqui afirmar que os dois NÃO sejam operadores do direito dignos... pelo contrário. Quero afirmar que a questão é para ser analisada de maneira de que NÃO haja possibilidade de DÚVIDAS sobre as decisões neste caso. Principalmente em uma demanda onde as "PROVAS GRITAM" nos autos!


Que "MALABARISMO JURÍDICO"...
não é
FOFO isso?!
O "malabarismo", o "contorcionismo jurídico", os mais diversos "endendimentos filosóficos" feitos para se encontrar uma saída que pudesse livrar a "dupla" de políticos que se aproveitaram de CRIMES ELEITORAIS com o objetivo de se elegerem, foi algo surreal. De Pilatos até o respeito à soberania do voto popular, os 04 ministros que absolveram os famigerados políticos destruidores do Brasil (Temer e Dilma, sem citar outras centenas de políticos que se elegeram da mesma forma no Congresso Nacional) se contorceram em suas cadeiras, com gestos diversos, tentando fazer os outros acreditarem em uma tese que nem mesmo eles acreditavam. Tudo era para aquele MOMENTO ESPECÍFICO, nada além disso. Todos os argumentos é somente para o caso em julgamento, para os dois privilegiados "políticos medíocres", Dilma e Temer.


Temer e Dilma eleitos com 'DINHEIRO SUJO',
foi provado para o
TSE, mas 04 ministros
resolveram
IGNORAR
Com a decisão esdrúxula do TSE, que "libertou" Dilma e Temer de terem os mandatos cassados (Dilma já era, porque já foi expulsa do governo), agora outros políticos podem se preparar para possíveis CRIMES ELEITORAIS com "dinheiro sujo" em 2018, ano eleitoral em que o "caixa 2", dinheiro de contribuição ILEGAL para campanha, NÃO declarado, pode ser usado. Desde que... prestem bem atenção... desde que os políticos envolvidos articulem, providenciem e efetivamente tenham a CERTEZA de que o TSE agirá da mesma forma que agiu na decisão histórica de INOCENTAR os personagens que estão rindo até agora na imagem acima, "abraçadinhos". É muita "meiguice"! Sorrindo para uma sociedade elegeu supostas pessoas travestidas de suposta honestidade... sorrindo porque aqui é BRASIL e PODE TUDO, desde que a "orquestração" dos CRIMES tenha a CONIVÊNCIA de TRIBUNAIS que ficam CEGOS, dependendo da CONVENIÊNCIA, claro... e tudo feito neste mesmo País chamado BRASIL... e não bastasse os Poderes Legislativo e Executivo com as suas "atuações questionáveis", agora o Poder Judiciário completa o "trio formoso". VIVA, VIVA, VIVA BRASIL!!!


=== CLIQUE AQUI e veja a respostagem do PORTAL G1 sobre a decisão por 4 a 3 para a absolvição dos CRIMES COMPROVADOS de Temer e Dilma nas eleições presidenciais de 2014.

=== CLIQUE AQUI e veja uma postagem do PORTAL UOL opinião de um professor de ética e política sobre a esdrúxula decisão do TSE neste caso e de outro professor acreditando que a decisão foi técnica, com base apenas no pedido inicial e que o TSE "fechou os olhos para a corrupção". Ou seja, provas contundentes anexadas durante o trâmite do processo não valem? Desde quando?! Perdi esse aula na faculdade.


"NÃO HÁ DÚVIDA QUE O RITO JURÍDICO CONSAGRA O JUIZ DE BUSCAR A VERDADE DOS FATOS. E SE NÃO O FIZER ESTÁ PREVARICANDO." (Frase do ministro do STF, Marco Aurèlio Mello, citada pelo ministro relator do TSE, Herman Benjamin, em seu voto pela cassação de Dilma e Temer, no julgamento em junho/2017, por irregularidades nas eleições de 2014)

quinta-feira, 8 de junho de 2017

► Senador Magno Malta: 'Eu costumo dizer que Deus NÃO tem compromisso com FROUXO'.

Senador Magno Malta e o ex-presidente Lula,
que tentou ingressar no governo de Dilma
 para obter foro privilegiado e escapar das
 investigações sob o julgamento do juiz federal Sério Moro
NÃO LOGROU ÊXITO e CHOROU!!!
Os diversos "políticos medíocres" no Brasil estão amedrontados com as séries de investigações e delações premiadas que desnudam como é perpetrada a "CORRUPÇÃO SISTÊMICA" neste país. Com a repercussão nacional e internacional dos diversos escândalos de corrupção envolvendo "políticos destruidores", esses mesmos perversos atores desgraçados tentam intimidar promotores, procuradores e juízes que condenam os bandidos corruptos com base em robustas provas de seus diversos crimes, sendo muitos, "crimes continuados", ou seja: até depois de presos, continuavam cometendo crimes. Porém, o tal "FORO PRIVILEGIADO", que nada mais é do que uma salvaguarda para o cometimento de crimes e o impedimento de serem investigados por instância judicial comum, é a "arma" utilizado por todos os "políticos criminosos", principalmente os que estão no Congresso Nacional (Senado e Câmara) e na Presidência da República Brasileira.

Joaquim Barbosa, ex-ministro e presidente
aposentado do STF - Supremo Tribunal Federal
O destaque é o verdadeiro "fuzuê" nacional dos políticos envolvidos em práticas de corrupção e que sequer ainda tinham sido delatados nas diversas delações premiadas em Curitiba, em processos comandados pelo juiz federal Sérgio Moro oriundos da conhecida "Operação Lava Jato". Ou seja, os políticos que ainda não foram citados em delações já sentiam o que o aguardavam, pois na leitura da relações dos seus pares políticos em corrupção, sabia que o seu nome já seria lido a qualquer momento. O que fazer então? Acende a luz sobre a cabeça e a saída é: "TENHO O FORO PRIVILEGIADO, porque sou SENADOR... ou sou DEPUTADO FEDERAL". Que lindo... muito meigo isso!

Boneco "Pixuleco", representando o ex-presidente
Lula
e o boneco da Dilma Rousseff
O senador Magno Malta disse a frase no título deste assunto quando utilizou a tribuna da Casa Legislativa Federal para falar sobre o FORO PRIVILEGIADO. Na oportunidade, disse a frase em alusão à coragem do juiz federal Magno Malta em participar de reunião no Senado Federal sobre o famigerado projeto contra o ABUSO DE AUTORIDADE. Naquele dia, o senador observou o juiz federal sendo indagado pelos congressistas, muitos investigados na operação Lava-jato. Ressaltou a postura e tranquilidade para responder a todas as perguntas feitas pelos políticos que possivelmente queriam "enforcar" o magistrado que foi debochado no senado. A citada frase do senador, com a devida "vênia", cabe também aos "POLÍTICOS FROUXOS", que tentam se esconder atrás da cortina do FORO PRIVILEGIADO para o cometimento de crimes diversos em mandatos eletivos.

O "POLITIQUEIRO" agradece o FORO PRIVILEGIADO
No vídeo abaixo, com o discurso do senador Magno Malta, de 22 minutos, que utilizou a tribuna do Senado para falar do FORO PRIVILEGIADO, também citou sobre ABUSO DE AUTORIDADE, contando como agem os "políticos porcos" (com o devido respeito aos suínos, claro), que pressionam para a votação de projeto de lei para evitar possíveis ABUSOS DE AUTORIDADES de promotores, procuradores e juízes. Magno Malta deixa claro que os "politiqueiros" querem fazer tudo que for possível para cometerem CRIMES DIVERSOS, mas querem restringir a atuação da JUSTIÇA, alegando que são praticados ABUSOS DE AUTORIDADES em investigações e julgamentos.


Da esquerda para a direita:
Ministro do STF,
Gilmar Mendes;
 ex-presidente do Senado,
Renan Calheiros; o
juiz federal
Sérgio Moro e o senador Roberto Requião,
em sessão sobre "Abuso de Autoridade"
O vídeo abaixo é interessante, já que dificilmente se vê um congressista discursando de maneira veemente contra PRIVILÉGIOS criados pelo "POLITIQUEIROS" para se protegerem de INVESTIGAÇÕES. Magno Malta, rapidamente, também citou e criticou o ministro do STF, Gilmar Mendes; também criticou o ministro do STFRicardo Lewandowsky, que disse ter "cospido na Constituição Federal", no julgamento do Impeachment de Dilma Rousseff, além de também criticar o ministro do STF aposentado, Joaquim Barbosa, que, quando presidente do CNJ - Conselho Nacional de Justiça, determinou que os Cartório Civis oficializassem casamentos entre pessoas do mesmo sexo, sem existência de lei para isso, pois o CNJ não cria leis.


O vídeo com o discurso firme do senador:





Magno Malta é senador eleito pelo Estado do Espírito Santo; foi relator da CPI do Narcotráfico, no final da década de 90, quando ainda era deputado federal; em 2002, já senador, presidiu a CPI da pedofilia no Senado. Em 2010 foi o segundo colocado nas eleições para senador no Espírito Santo. Foi ferrenho defensor do Impeachment da Dilma Rousseff e em seu discurso, Malta comparou o fim do mandato da ex-presidente a "enterro de indigente", finalizando com um cântico em forma de paródia: "vai pra Porto Alegre, tchau!"


"PRENDER LADRÃO AGORA É ABUSO DE AUTORIDADE?!" (Magno Malta, senador brasileiro, questionando a raiva dos políticos que criticaram as investigações e condenações através da operação Lava Jato sob o julgamento do juiz federal Sérgio Moro)

quarta-feira, 7 de junho de 2017

► No Brasil, alguns representantes do JUDICIÁRIO mostram a própria 'PEQUENEZ' nesta instituição valorosa.

Fiquei muitas semanas e meses sem postar aqui no blog, por questão de trabalho, pessoal e saúde familiar. Quanto à ausência, fico tranquilo porque NÃO tenho compromisso em divulgar propagandas ou escrever para bajular quem quer que seja, principalmente os políticos medíocres que continuam existindo em Cabo Frio. Os raros elogios em assuntos aqui escritos são para cidadãos singulares, em sua maioria anônimos que, com determinada atitude, mostram algo grandioso e que merece destaque neste humilde espaço. Aos leitores assíduos, peço desculpas agora pela ausência longa, além da compreensão. Após essas considerações, vamos ao assunto que me fez retornar às escritas...


Dilma Roussef e Michel Temer
Dilma sorrindo e falando "entre os dentes"
 para o vice e atual presidente:
'vão me tirar, mas não vou sozinha...'
Começou o julgamento da cassação da chapa que elegeu Dilma Rousseff, já destituída do cargo de presidente do Brasil e seu vice, Michel Temer, atual presidente, envolvido também em escândalo de corrupção que está em investigação agora no Supremo Tribunal Federal - STF, na Capital Federal. O processo que está sendo julgado no TSE - Tribunal Superior Eleitoral, cujo julgamento começou ontem, terça-feira (06/06/2017), é um processo INÉDITO que julga o cometimento de CRIMES que são denominados "IRREGULARIDADES", perpetrados por POLÍTICOS MEDÍOCRES, sendo uma, já destituída do poder, a senhora Dilma Rousseff (a mesma que assinou decreto para esculhambar a gramática para ser chamada de PresidentA - quanta ignorância da língua portuguesa) e o outro, advogado, que tem como "fetiche" utilizar MESÓCLISE em seus discursos enfadonhos. Foi orientado a retirar o uso de suas falas. Em rápida "homenagem" ao atual presidente "moribundo" que ainda se agarra ao cargo para não ser desmascarado rapidamente, usarei a mesóclise para dizer-lhe: Não FALAR-LHE-EI a teu respeito, porque tenho coisas mais importantes para fazer!

Depois dessa breve introdução, volto ao assunto do título desta postagem, ou seja, a "PEQUENEZ" que alguns representantes do JUDICIÁRIO brasileiro insistem em demonstrar:


A resposta de um magistrado para o colega que
talvez seja mais adepto ao
EGOCENTRISMO
No julgamento de hoje, tendo o relator Herman Benjamin, respondeu de forma categórica à uma fala do colega de toga e presidente do TSE, Gilmar Mendes. Com a resposta, em destaque na imagem acima, ficou comprovado do que efetivamente gostam alguns representantes do judiciário: da MÍDIA, do PROTAGONISMO, do EGOCENTRISMO. É regra, em cargos públicos, seja ele qual for e, principalmente na magistratura, manter a discrição. Mas do que uma regra, é um DEVER. No entanto, aos poucos, o "cérebro" de determinadas pessoas é corroído pelas "toxinas" do EGOCENTRISMO, do EU acima de tudo... e do lado, não tem nada que complemente, que ajude, que se destaque. É a mesma "toxina" que "atrofia" cérebros de determinados delegados, policiais, políticos diversos, promotores, defensores públicos, advogados, médicos, engenheiros e diversos outros sujeitos detentores do "PODER corrosivo". São os mesmos que se acham "deuses" ou até mesmo aqueles que têm certeza que são. Enfim, é como se a "bestialidade" os contaminassem. Simples assim!


Ministro Gilmar Mendes
É a "PIZZA DO JULGAMENTO"?!
Para quem não tem familiaridade com ações judiciais, o relator de um processo é escolhido para ser o julgador do caso apresentado, apresentando o seu voto depois de analisar todo o procedimento de apresentação de provas acusatórias, defesa, oitiva de testemunhas e alegações finais da acusação e defesa. Após a leitura e apresentação do voto do relator, os demais ministros podem ler o voto ou simplesmente acompanhar o voto do relator, sem ler o seu voto. Com isso, toda a atenção fica com o relator. Isso talvez tenha causado "ciúmes" no ministro Gilmar Mendes, que interrompeu do ministro relator, Benjamin, diversas vezes, atrapalhando o seu raciocínio nas explicações. Em uma dessas interrupções o ministro Gilmar Mendes chegou a dizer que o argumento do relator era "falacioso". Uma ofensa a um colega de toga. Esdrúxulo comentário do Gilmar Mendes. Antes disso, Gilmar Mendes ainda falou para o colega de toga Benjamin, interrompendo-o: "Essa ação só existe graças ao meu empenho, modéstia às favas. Vossa Excelência hoje é relator e está brilhando na televisão do Brasil todo". O possível ciúme de Gilmar é porque a sessão do julgamento era transmitida "ao vivo" pela internet e canais diversos de notícias 24 horas na TV aberta e fechada. O julgamento foi suspenso para continuar no dia seguinte e sucessivamente até o último ministro externar o voto (total de 07 ministros julgadores).


EM TEMPO: as diversas interrupções feitas pelo ministro Gilmar Mendes quando o ministro  Herman Benjamin realizava a leitura do voto, julgando as preliminares feitas pela defesa, talvez ocorreu porque as explicações do Benjamin eram tão consolidadas e brilhantes que deixará a Corte Eleitoral em situação difícil com uma possível absolvição de Dilma e Temer, com os votos dos outros ministros que tendem a optar por nenhuma punição diante da comprovação das ilegalidades comprovadamente perpetradas pelos partidos políticos julgados. Esse julgamento pode NÃO ser jurídico, mas sim, POLÍTICO. O que será lamentável!

► EM TEMPO 2: quem ingressou com a ação que está em julgamento para cassar o atual presidente é o PSDB, exatamente o partido político que faz parte da base aliada do atual presidente do Brasil, a quem deseja cassar. Ou seja, "estão juntos e misturados". Tradução: "FARINHA DO MESMO SACO!"  Querem "cassar" mas estão juntos com o governo, "carapálida"?! O "INTERESSISMO" é a melhor política dos "políticos medíocres".



Certa vez, disse o "filósofo" Vin Diesel:

"AQUI É BRASIL...!"
Cena do filme "Velozes e Furiosos 5",
onde a fala do personagem

do ator americano esculhamba
o Brasil


=== CLIQUE AQUI para ver o acompanhamento do julgamento feito via Twitter pelo Portal G1, além de diversos vídeos.

=== CLIQUE AQUI para ver a defesa do ministro Herman Benjamin para manter conteúdo de provas da delação da Odebrecht no processo que pode levar a cassação do mandato do presidente Michel Temer, o "político moribundo" que ainda se agarra ao poder para não ser desmascarado rapidamente.

=== CLIQUE AQUI para ver a postagem do Portal UOL, do jornalista Josias de Souza, sobre as manifestações na sessão de julgamento feitas pelo ministro Benjamin para impedir que haja possível acordo no TSE que absolva Dilma e Temer das práticas ilícitas praticadas em campanha eleitoral. ABSURDO, mas mostra como possivelmente pode atuar o JUDICIÁRIO no Brasil.

"SE A HUMILDADE É UMA EXCELÊNCIA EM SI MESMA, CREIO SER INCOMPATÍVEL QUE CERTAS EXCELÊNCIAS DO PODER JUDICIÁRIO NÃO A TENHAM." (Marco Aurélio; imperador romano, viveu nos anos 121-180)

domingo, 11 de dezembro de 2016

► Domingo muito quente em Cabo Frio: 'um sol para cada um'!

Cabo Frio - RJ
Boulevard Canal e a Ponte Feliciano Sodré ao fundo
(Fotos do dia 11/12/2016 - final de tarde)

=== clique em qualquer imagem para ampliar ===
Neste domingo, 11/12, o sol resolveu "aparecer com força" em Cabo Frio. Dia de praia e muitas pessoas que tiveram o último dia na cidade, resolveram aproveitar, claro. A cidade vive a tal crise na qual eu NÃO acredito existir. O que existe é MALVERSAÇÃO do DINHEIRO PÚBLICO. Mas isso não ocorre somente em Cabo Frio, a Capital Fluminense e tantas outras cidades do Brasil sofrem com a mesma situação. São muitos "POLÍTICOS MEDÍOCRES" que se resolveram fazer da prefeituras de muitos municípios como se fosse o quintal da casa deles. Uma verdadeira BAGUNÇA ADMINISTRATIVA.


Bairro Gamboa - onde fica a Rua dos Biquinis,
lado oposto ao Boulevard Canal
(Foto do dia 11/12/2016)
E mesmo tentando, os "POLÍTICOS MEDÍOCRES" de Cabo Frio ainda não conseguiram destruir a cidade. Porém, de forma URGENTE, é preciso investimento no TURISMO para que Cabo Frio possa movimentar de forma efetiva essa área tão IGNORADA pelos "POLÍTICOS PROFISSIONAIS" que existem em Cabo Frio. O problema é que os próprios moradores também IGNORAM que a MUDANÇA é necessária, mas foi eleito um político "multiprocessado" que já mostrou que não sabe administrar a cidade. Basta ver os diversos processos em condenação por seus atos à frente da Prefeitura.

Abaixo, seguem mais algumas fotos de Cabo Frio, deste domingo, com alguns pontos de ABANDONO da cidade, por falta de fiscalização. O prefeito abandonou o que ele próprio construiu, com ALTO CUSTO para os "COFRES" do Município, infelizmente.



A bela cidade de CABO FRIO:


Canal Itajuru



Boulevard Canal - restaurantes



Barco de Passeio no Boulevard Canal



Barco de Passeio no Boulevard Canal
e Ponte Feliciano Sodré ao fundo



Praia do Forte - final de tarde



Praia do Forte - final de tarde
(lado direito)



Praia do Forte - final de tarde
(lado esquerdo)



Praia do Forte - Posto salva-vidas
(área central)



Praia do Forte
(na frente da Praça das Águas)


=============================


Os ABANDONOS em Cabo Frio:



Estátua em homenagem a 
Leandro "Peixe Frito" (1959),
cabo-friense e ex-jogador do Flamengo

da Seleção Brasileira
(sem placa de identificação para turista)



Estátua em homenagem aVíctor Ribas (1971),
cabo-friense e ex-surfista profissional
(sem placa de identificação para turista)



Cerca de ALUMÍNIO da Praia do Forte
atualmente serve de "ESTACIONAMENTO"
de bicicletas para banhistas

(abandono total)



Cerca de ALUMÍNIO da Praia do Forte
atualmente serve de "ESTACIONAMENTO"
também para SURFISTAS

(abandono total)


Jardins da Praça dos Quisques abandonada
(obra 'cara' feita pelo Alair Corrêa)



Jardins e Pista de Skate abandonada
(obra 'cara' feita pelo Alair Corrêa)



Um dos 06 elevadores para BANHEIRO
da Praça dos Quiosques que NÃO funciona

(obra 'cara' feita pelo Alair Corrêa)



Outro dos 06 elevadores para BANHEIRO
da Praça dos Quiosques que NÃO funciona

(obra 'cara' feita pelo Alair Corrêa)


Quiosques novos não cumpriu o projeto
e
NÃO se sabe como foi a forma de ESCOLHA
para os usuários, dentre eles, EMPRESÁRIOS

(obra 'cara' feita pelo Alair Corrêa)




Projeto 'FAJUTO' da Praça dos Quiosques
(obra 'cara' feita pelo Alair Corrêa)


=============================

Obra SEM abandono:

Prédio onde está a cobertura de Alair Corrêa,
prefeito e "político profissional",
(cobertura de frente à Praia do Forte)


Cobertura de Alair Corrêa,
de frente para a Praça das Águas
e a Praia do Forte

(de que forma o prefeito conseguiu isso???)



EM TEMPO: Cabo Frio é uma cidade turística linda, mas abandonada pelo "político medíocre" Alair Corrêa. Porém, o fim da "carreira profissional política" dele nas últimas eleições/2016 foi muito comemorada. Seus empreendimentos particulares fracassaram e a INCOMPETÊNCIA atingiu também a administração do município.

► EM TEMPO 2: o próprio prefeito eleito é Marcos Mendes, que depende de julgamento no TSE, possivelmente até o dia 19/12. Marcos Mendes é "cria" de Alair Corrêa, "multiprocessado" e NÃO é nenhuma esperança de melhoria para a cidade. Quis nomear familiares para secretarias no seu governo, mas recuou, coincidentemente, depois da publicação que fiz aqui no blog, no dia 31/10/2016.

► EM TEMPO 3: CLIQUE AQUI e veja a publicação sobre a "entrevista ensaiada" onde Marcos Mendes disse que seu irmão e esposa seriam nomeados para o futuro governo. DESISTIU! 


"A INCOMPETÊNCIA MUITAS VEZES SIGNIFICA O PODER NAS MÃOS DE UMA MAIORIA INCOMPETENTE." (Gorge Bernard Shaw, 1856-1950; dramaturgo, romancista, ensaísta e jornalista irlandês)

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

► 08/12/2016: Dia da Justiça. O dia seguinte ao 'CONCHAVO' dos 'PODRES PODERES'!

A 'JUSTIÇA' precisa também de uma
MÁSCARA HIGIÊNICA,
por causa da 'PODRIDÃO'!
O que temos para comemorar hoje, que denomina-se o "DIA DA JUSTIÇA"? No Brasil, quem comemora são os "POLÍTICOS VAGABUNDOS", principalmente os que possuem uma série de regalias e prerrogativas que inclui "DESAFIAR" até o STF, com a conivência deste, claro, para permitir DESOBEDIÊNCIA. E tudo é feito "BEM ENSAIADO", nos bastidores, ao "pé de ouvido", possivelmente. Com a "manobra" no julgamento onde o STF que, por maioria, permitiu a permanência de Renan Calheiros na presidência do Senado, um possível "acordo" foi feito para que o tal projeto de "abuso de autoridade" fosse "deixado de lado" por enquanto. Apoiadores de Renan Calheiros pediram isso e também para que o "POLÍTICO MEDÍOCRE" Renan Calheiros NÃO "desafie" o STF novamente.


Postagem do site "Poder 360"
Celso de Mello antecipou o voto, ensaiado
com outros ministros, incluindo a presidente do
STF,
seguindo o argumento
ESDRÚXULO,
com a devida "vênia"
No tal julgamento, ocorreu o que foi noticiado no site "PODER 360", no dia 07/12/2016. Sinceramente, o argumento do ministro Celso de Mello para manter o Renan Calheiros na presidência do Senado é uma afronta à nossa inteligência. Pior do que isso, é ver que outros 06 ministros o acompanharam no voto, de forma visivelmente "ENSAIADA". Bom ressaltar que Teori Zavascki e Rosa Weber acompanharam o relator, Marco Aurélio, para manter a LIMINAR, que poderia retirar Renan Calheiros da presidência do Senado. Para alunos do curso de Direito, melhor nem observar determinadas decisões do STF feita por determinados ministros porque podem ser reprovados na Prova da OAB, no temido Exame de Ordem. A gente acaba DESaprendendo o Direito.


Os Três Poderes, em Brasília - Capital Federal:
em destaque no topo, o 
Congresso Nacional, o Parlamento;
 à direita, o 
Palácio do Planalto, o Executivo;
à esquerda, o 
STF, o Supremo Tribunal Federal,
representando o Judiciário.


EM TEMPO: o tal "Dia da Justiça" foi instituído através do Decreto de Lei 1.408 de 1951, pelo presidente Getúlio Vargas. E isso ocorreu para homenagear a santa Católica Imaculada Conceição, sendo comemorado pela primeira vez em 1950, pela AMB - Associação de Magistrados Brasileiros.


"HÁ TANTOS BURROS MANDANDO EM HOMENS DE INTELIGÊNCIA QUE ÀS VEZES EU FICO PENSANDO QUE A BURRICE É UMA CIÊNCIA." (Ruy Barbosa, 1849-1923; polímata brasileiro, advogado, político, diplomata, escritor e orador)

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

► Hoje, o STF referendou: no BRASIL, a Justiça NÃO é cega... ela 'ENXERGA' bem... tudo depende do 'INTERESSE'!

No BRASIL, se você for RÉU, pode ser presidente
do
SENADO; e se for 'amigo' de Renan Calheiros,
pode
IGNORAR o STF e DESOBEDECER
ORDEM JUDICIAL
Primeiro, o então presidente do STF - Supremo Tribunal Federal, o ministro Ricardo Lewandowsky "RASGOU" a Constituição Federal para ajudar a INCOMPETENTE Dilma Rousseff (PT) quando da sua destituição do cargo de presidente da República, através do IMPEACHMENT. Naquela oportunidade, ainda neste ano de 2016, ao lado do presidente do Senado, Renan Calheiros, o ministro Lewandowsky "fatiou" um artigo da Constituição Federal para minorar a punição à infeliz Dilma. Neste caso, Lewandowsky deixou de aplicar a punição de 08 anos de inelegibilidade para Dilma, explicitamente previsto no texto constitucional. Foi um verdadeiro ABSURDO, mas muito conveniente, principalmente se é para atender a quem indicou o ministro Lewandowsky para o STF, que foi o tal Lula (o tal ex-presidente, o mesmo que esculachou o STF em conversa telefônica amplamente divulgada pela imprensa)

Renan Calheiros, além de DEBOCHAR
do
STF, mostra que a JUSTIÇA
'OLHA'
a quem deseja 'AGRADAR'
Hoje, 07/12/2016, no julgamento da LIMINAR concedida pelo ministro Marco Aurélio para que o senador Renan Calheiros saia da presidência do Senado Federal, por maioria de votos (6x3), o STF resolveu manter Renan Calheiros no cargo de presidente, mesmo sendo RÉU em Ação Penal no próprio STF. Porém retirou o citado senador da linha de sucessão da Presidência da República. Sinceramente, ver um fato desse ocorrendo só DECEPCIONA e confirma que a LEI no BRASIL efetivamente NÃO é para todos. Na fala do ministro Marco Aurélio, voto vencido na sessão plenária de hoje do STF, acompanho a sua observação quanto ao fato de que a Corte Suprema fica DESMORALIZADA. Mas creio que alguns ministros do STF pouco se importam com essa desmoralização, desde que seus "gordos salários" sejam depositados em suas respectivas contas bancárias, com ou sem "CRISE".

Ministro Ricardo Lewandowsky, do STF,
sabe
'interpretar' a LEI para benefício
de determinadas pessoas.
Resumindo:

ele sabe 'RASGAR' a Lei Máxima do Brasil
Com a devida "vênia", como gostam de falar os ilustres ministros do STF, na minha humilde opinião, a decisão de hoje do STF é uma "HERESIA JURÍDICA", pois se um político, sendo RÉU em uma Ação Penal NÃO pode assumir a Presidência da República, se estiver na linha de sucessão, por qual motivo poderá assumir ou continuar na Presidência do Senado?! Por mais argumentos diversos que se possam escrever, discursar ou ministrar, não vejo COERÊNCIA para a manutenção de um RÉU na presidência do Senado Federal. Aliás, se um determinado político é RÉU em uma AÇÃO PENAL, deve ser afastado do cargo público até que uma decisão seja proferida pelo Órgão Jurisdicional. Mas estamos no Brasil: aqui se pode TUDO, literalmente... inclusive, observar uma DESOBEDIÊNCIA à Corte Máxima, com aval da própria Corte. A tese

Ministro Celso de Mello, do STF,
lê e interpreta a Constituição a seu 'gosto',
com a "vênia" devida, dependendo
do
'INTERESSE' do momento
Interessante foi observar que na sessão plenária de hoje no STF, tudo foi bem "ensaiado". Ou seja, o ministro Celso de Mello, decano da Corte Suprema (membro mais antigo), tão eloquente e que gosta de "falar bonito" nas sessões plenárias, com a devida "vênia", pediu a palavra para a presidente do Supremo, Carmen Lúcia, logo após o voto do relator, Marco Aurélio. O objetivo era abrir uma "TESE DE DIVERGÊNCIA" e acolher a LIMINAR EM PARTE, para manter a retirada do senador Renan Calheiros da linha sucessória da Presidência da República, mas mantê-lo no cargo de presidente do Senado. Com isso, outros ministros poderiam acompanhar esse voto, inclusive, sendo a "alternativa interesseira" proposta pelo advogado do Senado, na defesa oral no plenário. Foi "ofertada" pela defesa como medida "menos danosa". A situação de "ensaio" foi perceptível e os ministros favoráveis à famigerada tese "decoraram" o texto e o resultado ficou muito bem "ensaiadinho"!

EM TEMPO: o senador e RÉU Renan Calheiros DESOBEDECEU uma Ordem Judicial do STF na terça-feira (06/07), mentiu ao oficial de justiça ao mandar dizer que NÃO estava em casa, para não receber a intimação, mesmo sendo filmado e fotografado na residência oficial do Senado.

► EM TEMPO 2: Até o dia seguinte, quarta-feira (07/12), possivelmente deu tempo para nos "bastidores", reverter a situação e agora, na residência oficial, paga com o dinheiro público, está rindo à toa, possivelmente, debochando de todos os brasileiros... menos dos membros do STF que chancelaram o seu desejo pessoal de continuar na presidência do Senado, mesmo sendo RÉU em Ação Penal. Isso é para poucos e acontece aqui na Terra Tupiniquim. Tudo valeu a pena!

► EM TEMPO 3: não é preciso ter pós-graduação, mestrado ou doutorado para perceber que os TRÊS PODERES no Brasil é feito de POLÍTICA. Além disso, o STF referendou que "somente" com o Renan Calheiros na presidência do Senado o País sairá da tal "Crise". Ou seja, Renan Calheiros se tornou em um "Salvador da Pátria". Tudo muito RIDÍCULO! Não existe Crise no Brasil; existe sim, DESVIO ou ROUBO DO DINHEIRO PÚBLICO, feito por diversos POLÍTICOS MEDÍOCRES; na verdade "POLÍTICOS VAGABUNDOS"!


"A JUSTIÇA, CEGA PARA UM DOS LADOS, JÁ NÃO É JUSTIÇA. CUMPRE QUE ENXERGUE POR IGUAL À DIREITA E À ESQUERDA." (Ruy Barbosa, 1849-1923; polímata brasileiro, advogado, político, diplomata, escritor e orador)